en pt

artistas - Hélio Cunha

Obra

Expo MAC

Acervo MAC

Hélio Domingues da Cunha nasceu na Penha de França, em Lisboa. Em 1978 viveu em Inglaterra onde iniciou estudos e experiências no domínio das artes plásticas. Na década de oitenta frequentou o atelier de Mestre Soares Branco, nos Coruchéus. Expôs na Galeria de Arte Moderna da Sociedade Nacional de Belas-Artes, Galeria de Exposições Temporárias do CCB, Fundação Champalimaud, MAC (Movimento Arte Contemporânea), Museu Monográfico de Conímbriga, sede da Caixa Geral de Depósitos, sede do Crédito Agrícola, Museu da Água, Mãe d’ Água das Amoreiras, Galeria Diário de Notícias, Centro UNESCO do Porto, Consulado Português em Paris, Ministério da Defesa Nacional, Galeria EMMA (Madrid), Gallery 118 (Londres), Walsall Art Gallery (Birmingham), Alfa Laval Art Association (Suécia), Galeria Fellini (Berlim), ARTEXPO New York 2011, MAC-Movimento Arte Contemporânea, etc. Representado nas coleções do Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado, Fundação Oriente, Fundação Portugal Telecom, Camara Municipal de Lisboa, Ministério da Defesa Nacional, Banco de Portugal, Walsall Metropolitan Museum ( Birmingham), Museu Estadual do Recife (Brasil), Museu de Arte de Macau (China), site Your Painting da BBC, Public Catalogue Foundation (Londres) e em diversos livros de arte nacionais. Em 2013 expôs, no Forte do Bom Sucesso, Pintura Desenho e Colagem com Cruzeiro Seixas. Escreveram acerca da sua obra, António Victorino d’ Almeida, Cruzeiro Seixas, Edgardo Xavier, Eurico Gonçalves, Rui-Mário Gonçalves e Mestre Soares Branco.